Aos 66, Bootsy Collins mostra que ainda está em forma

Bootsy-Collins-1

Bootsy Collins tem 66 anos e continua a mesma figuraça excêntrica dos tempos de Funkadelic e de Parliament. Recentemente, vi uma participação dele num documentário sobre o baixista Jaco Pastorius. Sempre acompanhado de sua inseparável cartola vermelha de chapeleiro maluco e dos óculos escuros no formato de estrela, o cara simplesmente ainda tem aquela energia e aquele jeitão debochado, boca-suja, que o tornou conhecido.

Só para se ter uma ideia, olha só o que o sujeito falou sobre World Wide Funk à Rolling Stone, o primeiro disco dele em seis anos, lançado em outubro de 2017.

“É como ir ao banheiro, cara. Você sabe, você tem que cagar e não consegue segurar mais. Eu não consegui segurá-lo mais, cara.”

Escatologia à parte, World Wide Funk conta com um monte de participações especiais, em que se destacam nomes da novíssima geração (uma garotada mesmo), como as cantoras Kali Uchis e Alissia Benveniste (também baixista).

“Todo mundo sabe o que esperar de mim, por isso eu quis colocar uma energia jovem no disco.” – à Rolling Stone

O disco também conta com a participação de dois parceiros dos tempos de Parliament e de Funkadelic: o baterista Dennis Chambers e o tecladista Bernie Worrell, morto em 2016. Collins usou uma trilha inédita gravada por Worrell nos anos 2000 na música-homenagem A Salute to Bernie.

Você escuta Bass-Rigged-System, que tem um solo do baixista-cantor, Pusherman e Ladies Nite. Aumenta o som!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s