Bror Gunnar Jansson: o one-man band que vem da Suécia

Bror-Gunnar-Jansson-par-Julien-Bourgeois-1

Antes que você fique se perguntando que diabos é ser um one-man band, eu explico: Bror Gunnar Jansson (cujo apelido é Gugges Enmanna – Gugges é o diminutivo de Gunnar e Enmanna, one-man) é um multi-instrumentista. Toca guitarra, bateria (os dois instrumentos ao mesmo tempo!), percussão, saxofone e escreve as letras de suas canções.

Natural de Gotemburgo, na Suécia, Bror vem de uma família de músicos e desde muito jovem, aparecia em barzinhos em sua cidade para curtir um som ao vivo. Não demorou muito para que começasse a investir em seu próprio som.

“Quando eu tinha 12 anos,me fizeram ouvir gravações de Muddy Waters, Howlin ‘Wolf e muitos outros. Daí eu comecei a pesquisar a história da música americana. Descobri raridades e nomes como Charley Patton e Staple Singers. Pena que tive que parar nos anos 1920 porque não havia registros.” – para o Libération

Bror faz um blues pesadão, sem firulas, meio roqueiro, quase cru (sim, esse tipo de blues tem nome: blues gótico). No palco, se veste como se estivéssemos nos anos 20 dos Estados Unidos.

 

O primeiro álbum, homônimo (2012), meio que passou batido, segundo ele admite em seu site. Dois anos mais tarde, lançou um EP em vinil que ficou famoso pelo reduzidíssimo número de cópias: 49!

“Antes desse, eu tinha prensado um vinil com 100 cópias. Foram edições limitadas divertidas, mas nada muito importante. Eu quero que um grande número de pessoas tenha acesso à minha música.” – para a revista francesa Les Inrockuptibles.

Moan Snake Moan, o segundo álbum, veio em 2014, e estourou. O disco foi escolhido pelo Canal + francês o Álbum da Semana, e Bror, eleito revelação do ano pela Les Inrocks. Este ano, lançou o EP And the Great Unkown Vol.1, seguido pelo disco And the Great Unkown Vol.2.

Engraçado ler algumas resenhas suecas sobre Bror e constatar que os próprios críticos dizem que ele é mais conhecido na França do que em seu próprio país. Com as críticas pra lá de favoráveis do último disco, a coisa deve mudar de figura rapidinho.

Você ouve God Have Mercy (o clipe é incrível), de Moan Snake Moan; Moan Snake Moan part.III e The Great Unkown, do disco mais recente,

 

 

 

 

 

Advertisements

One thought on “Bror Gunnar Jansson: o one-man band que vem da Suécia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s