Pernambucano Tibério Azul se firma como voz independente

tiberio-azul-por-juliana-lombardi-2

Para quem não conhece, Tibério Azul era o líder e vocalista da Mula Manca e a Fabulosa Figura, banda independente de pop-rock de Recife que ficou conhecida por introduzir trechos de livros em suas letras.

Tibério se define como músico, poeta, compositor, quem sabe artista. Na verdade, se diz um observador atento da vida, algo que ele já considera ser uma grande profissão. Com o Mula Manca, rodou o país.

Eis que em 2011 ele decide se lançar em carreira solo, com o belo disco Bandarra – o Caminho Que Vai Dar No Sol. Bandarra caiu no gosto da crítica, pela leveza, pela sonoridade orgânica e pelas parcerias bacanudas, entre elas uma com o acordeonista Toninho Ferragutti, na música Quando Maria Me Fundou o Carnaval, e com o também pernambucano João do Cello, em Bandarra.

Depois de uma longa pausa (foram pouco mais de 5 anos), pausa esta que usou para se mudar para o Rio e para, tempos depois, de dedicar aos primeiros anos de vida da filha, Tibério chega ao segundo disco no início de 2017. Líquido – ou a Vida Pede Mais Abraço que Razão, também traz colaborações bacanas. Só pra citar duas, com Clarice Falcão e com Pedro Luís.

Você ouve Chover e a Vida Pede mais Abraço que Razão, ambas do disco mais recente, e Eta Mundo Bão, do disco de estreia.

 

 

 

 

 

Advertisements

One thought on “Pernambucano Tibério Azul se firma como voz independente

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s